Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

Obra que foi um «calvário» é inaugurada no próximo sábado em Aveiro


Quarta, 28 de Fevereiro de 2024


Não foi uma obra fácil e os números comprovam-no. A empreitada de requalificação da piscina da Rua Jaime Moniz, agora batizada como Piscina Municipal Diogo Carvalho, foi adjudicada em maio de 2021; os trabalhos só arrancaram em junho do ano seguinte; e, apesar de um prazo de execução de dez meses, apenas agora foram concluídos. A própria data de inauguração sofreu com estes contratempos: a abertura oficial chegou a ser anunciada para 10 de fevereiro, mas a cerimónia acabaria remarcada para o próximo sábado, às 17 horas. Por outro lado, a intervenção foi adjudicada por 1,2 milhões de euros, mas o custo final disparou para os 2,14 milhões de euros. Como o presidente da Câmara de Aveiro admitiu no final do ano passado, a obra foi um «calvário» que chega ao fim com a inauguração no próximo dia 2.

Em novembro passado, numa reunião do executivo em que foi aprovado um valor adicional ao preço da empreitada em virtude de problemas na piscina entretanto detetados, Ribau Esteves classificou a obra como um «calvário de surpresas», com implicações no calendário e nos encargos finais. Nessa sessão, por exemplo, o autarca da coligação PSD/CDS deu conta de «patologias muito graves» não previstas no projeto inicial, designadamente no revestimento do fundo da piscina e no sistema de abastecimento de água, implicando novos trabalhos complementares. Fechadas finalmente as contas, o investimento municipal cifrou-se em 2,14 milhões de euros, quase um milhão de euros acima do valor da adjudicação.



Leia a notícia completa na edição em papel.



Edição de Hoje, Jornal, Jornais, Notícia, Diário de Coimbra, Diário de Aveiro, Diário de Leiria, Diário de Viseu