Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

NRC da Liga recorda fundadores em dia de 50.º aniversário


domingo, 21 janeiro 2018
«Todos os que trabalhamos nesta actividade devíamos questionar-nos mais vezes sobre o que é que Dário Cruz e Rocha Alves fariam no nosso lugar», declarou ontem Vítor Rodrigues. A homenagem aos médicos, fundadores do Núcleo Regional do Centro (NRC) da Liga Portuguesa Contra o Cancro e responsáveis pelo projecto piloto do rastreio de cancro da mama, foi o momento alto das comemorações dos 50 anos da instituição e coube àquele membro da direcção recordar o trabalho dos dois, no planeamento de uma estratégia de luta contra o cancro que engloba hoje desde a educação para a saúde, a prevenção, o rastreio, a formação, o apoio social e o incentivo à investigação. Criada por Francisco Gentil em 1941, a Liga Portuguesa Contra o Cancro esteve, até à década de 60, limitada a apoiar a actividade do IPO de Lisboa e os doentes que aí se dirigiam. Com a criação dos centros regionais de oncologia, surgiriam também os núcleos da Liga. Em Coimbra, fez ontem precisamente 50 anos era criada a comissão organizadora do NRC, presidida por Guilherme Braga da Cruz, com a participação de Álvaro Barbosa Ribeiro, João Cortez Vaz, Joaquim Correia dos Santos, Rui Lobo, José Rocha Alves e Dário Cruz. Dos dois últimos, Carlos Oliveira, actual presidente da direcção, destacou, «a partir da década de 80, a iniciativa do projecto-piloto de rastreio de cancro da mama que, a partir da década de 90, passou a contar com o apoio do Ministério da Saúde, através da Administração Regional de Saúde do Centro», e que foi estendida a outros pontos do país, através dos restantes núcleos da LPCC.
Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados