Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

“Centro Hípico é uma referência, só precisa que a cidade o descubra”


quinta, 22 julho 2021

Ana Jordão, presidente do Centro Hípico de Coimbra, faz um balanço positivo do trabalho efectuado pela Direcção ao longo de quase oito anos. Recuperar a pista de areia e criar um espaço coberto maior são premissas para que o crescimento não abrande, mas faltam apoios e que Coimbra desperte para o que tem à disposição

Diário de Coimbra: Está há quase oito anos à frente da Direcção do Centro Hípico de Coimbra. Qual é a realidade neste momento do Centro Hípico de Coimbra?
Ana Jordão: Quando esta Direcção entrou em funções tínhamos uma estrutura antiquada, porque tudo o que temos aqui data de 1986, com a agravante da maior parte das instalações serem em madeira, como é obrigatório em termos de aprovação camarária. Portanto, temos aqui uma série de condicionantes em termos de construções e de escolha de ma­teriais que também não ajuda muito. Tínhamos na altura 35 cavalos instalados, passados oito anos temos 100. Posso dizer que houve uma redefinição na forma de olhar o clube. Esta é um clube para os sócios, é uma associação sem fins lucra­tivos, mas não deixa de estar aberto às necessidades da cida­de e da comunidade. Temos parcerias com várias escolas, com várias entidades locais e, por isso, o Centro Hípico de Co­imbra (CHC) tem sempre as portas abertas para criar sinergias.

Leia a notícia completa na edição em papel.